quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

O que será

Encontrei esse vídeo hoje, aqui pelas minhas andanças no YouTube.
Que vídeo!
No começo Chico Buarque comenta o que acha da obra do pai dele (sociólogo Sérgio Buarque de Holanda) "A Teoria do Homem Cordial " e depois canta essa música riquíssima "o que será".

video


O que será (À flor da pele)

O que será que me dá
Que me bole por dentro, será que me dá
Que brota à flor da pele, será que me dá
E que me sobe às faces e me faz corar
E que me salta aos olhos a me atraiçoar
E que me aperta o peito e me faz confessar
O que não tem mais jeito de dissimular
E que nem é direito ninguém recusar
E que me faz mendigo, me faz suplicar
O que não tem medida, nem nunca terá
O que não tem remédio, nem nunca terá
O que não tem receita
O que será que será
Que dá dentro da gente e que não devia
Que desacata a gente, que é revelia
Que é feito uma aguardente que não sacia
Que é feito estar doente de uma folia
Que nem dez mandamentos vão conciliar
Nem todos os ungüentos vão aliviar
Nem todos os quebrantos, toda alquimia
Que nem todos os santos, será que será
O que não tem descanso, nem nunca terá
O que não tem cansaço, nem nunca terá
O que não tem limite
O que será que me dá
Que me queima por dentro, será que me dá
Que me perturba o sono, será que me dá
Que todos os tremores me vêm agitar
Que todos os ardores me vêm atiçar
Que todos os suores me vêm encharcar
Que todos os meus nervos estão a rogar
Que todos os meus órgãos estão a clamar
E uma aflição medonha me faz implorar
O que não tem vergonha, nem nunca terá
O que não tem governo, nem nunca terá
O que não tem juízo.

Composição - Chico Buarque

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Jardim Japonês - Parque do Ibirapuera


O parque do Ibirapuera!

É um dos lugares que mais gosto aqui de São Paulo.
Verde, aberto, sem barulho de carros, um lugar onde você inspirar o ar com vontade e sentar na grama e curtir o sol e o vento, ou ainda andar de bicicleta, skate ou patins.

*Aqui ao lado, uma foto das carpas.
Gosto mais ainda do Ibirapuera em dia de semana, porque está mais vazio.
Aos sábados e domingos é dramático andar por lá.
Eu acho que já consigo andar nesse parque de olhos fechados.
E um lugar do Ibira que eu realmente achei legal de conhecer foi o Jardim Japonês.

Muita gente não sabe onde fica e muitos nem sabem que existe, porque a fachada não tem evidências turísticas. Mas é um lugar que vale a pena conhecer. ** Fica ali próximo daquela ponte de ferro.
Lá no Jardim Japonês tem um criatório de carpas e um micro-museu sobre a história antiga do Japão, a entrada custa R$4 e você pode explorar a vontade lá dentro.

E quem quiser ainda pode ajudar a engordar mais os "peixinhos barrigudos" pagando por um saquinho de ração que os visitantes podem jogar pra eles comerem.

Tá acabando

Acabando mais um ano.
2010 particularmente não foi um ano muito bom pra mim. Estou feliz que ele tenha acabado e já tenho ótimos planos para 2011.
E para finalizar bem e com alguma poesia, vamos acabar o ano ouvindo Toquinho e Vinícius, uma música perfeitamente linda! Boa música, afinal!


video

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Pentacuspidado há 400 mil anos


Encontrei essa foto numa reportagem pela web e, claro, me interessei de cara por ela.
É um dente de um Homo Sapiens, que viveu há 400 mil anos por aqui. Ele foi encontrado numa caverna, em um sítio pré-histórico em Israel, a 12km de Tel Aviv.
A conservação do dente é o que chama a atenção.
Cúspides bem delimitadas e anatomia clara de um primeiro molar inferior.
Pra quem quiser ler mais sobre a descoberta, segue o link da reportagem completa.

Já disse Tom:

Agora sim. Postagem de hoje... =D

Hoje meu dia tem a síntese dita por um grande compositor: Tom Jobim


"Vem de mansinho à brisa e me diz:
É impossível ser feliz sozinho..."

Post Retroativo

Sim. De novo.
Estou novamento postando retroativo. Devia ter colocado esse texto aqui em 25 de dezembro, mas por alguns motivos não o fiz.
Mas vale muito a pena ler. É uma parte de um livro de meditações diárias que veio parar na minha mão segundo O Grande Mestre quis.

" Tudo estava escuro.
Jean não enxergava um palmo à sua volta. Havia sombras por todo lado. Mais do que escuridão física, era emocional. Tinha o coração cheio de trevas: dúvidas, revolta, mágoa e medo. Acabava de sepultar o corpo da esposa morta num acidente de trânsito. Os amigos e parentes já haviam ido embora. Ele estava só, ou quase só. Seus três filhos pequenos dormiam ao lado. Eram eles a causa maior de sua preocupação.
Como enfrentar a vida sem a esposa amada? Como ocupar no coração das crianças o vazio deixado por ela? Por que Deus tinha permitido aquilo? O futuro se apresentava escuro e a escuridão o amedrontava.
De repente, a voz do filho de cinco anos o trouxe à realidade. 'Pai', disse o garoto, 'está tudo escuro, não consigo enxergar você. Mas sei que você está aí, não está?' Duas lágrimas rolaram pela face de Jean. Quando a criança voltou a dormir, ele disse a Deus em seu coração: 'Ó, Senhor, está tudo escuro na minha vida. Há tanta dor e tristeza. Não consigo Te enxergar. Mas Tu estás aí, não estás?'
A noite é a lei da vida. Se há sol, há sombras. Elas chegam hoje ou amanhã. Elas sempre chegam. Ai de mim se eu não souber onde procurar a luz.
O Salmo 91 fala de um esconderijo. Deus é o refúgio. Ele está pronto para cobrir Seus filhos com Suas asas, como a galinha protege os seus pintinhos. É por isso que Davi proclama aos quatro ventos: 'Não te assustarás do terror noturno.'
Abra as janelas da sua alma. Deixe o sol entrar. Não tema. Não se esconda. Desabroche como o casulo. Cada vez que a tormenta chegar à sua vida, lembre-se de que por cima das nuvens o sol continua brilhando.
(...) Se as coisas não deram certo até aqui, continue lutando em nome de Jesus. Na hora em que desistiram, muitos derrotados não sabiam quão perto estavam da vitória. Não desista. Nada pode derrotar a quem se refugia em Deus."


Extraído de "Janelas para a Vida" - Alejandro Bullón

domingo, 5 de dezembro de 2010

Desejos

Desejo a você...

Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.


C. D. de Andrade

Brilho nos Olhos

Se você nunca viu o brilho nos olhos de alguém, dá um play nesse vídeo aqui abaixo.
Primeiro post "amiúde", embora não precise de palavras pra esse vídeo.

Grande trabalho da equipe de Bucomaxilos juntamente com a equipe médica especializada que fez essa cirurgia. É a Odontologia, novamente, devolvendo o sorriso, saúde e auto-estima para as pessoas.
Lindo!



video

A carinha dela quando se vê, é demais! Sem palavras...

sábado, 4 de dezembro de 2010

Postagem de Novembro

Postagem retroativa de novembro em homenagem ao "amiudar".

Mês passado (novembro) meu blog completou 3 anos... rsrs

Tudo bem que estava meio largado esse ano, mas, vou tentar escrever mais aqui.

Que venham mais 3 anos!

Revisitando o Blog

Que engraçado isso.
Estava aqui revisitando o blog e observando que a intesidade das postagens é diretamente proporcional a determinados momentos da minha vida, e a determinados locais da minha vida.
Esse blog sempre foi uma válvula de escape pra dentro de mim. Mas nem sempre escrevi quando tinha muita coisa pra dizer...
Contraditoriamente eu sempre fui péssima em oratória, mas sempre adorei escrever.
Isso não quer dizer que eu seja boa em alguma dessas coisas... rsrs
Mas, olhando aqui as postagens antigas (de coisas mais antigas ainda) que eu (re)escrevia, eu senti saudades da facilidade de lidar com esses tipos de conflitos em minha mente.
Eu pensei que eram complexos na época. Mas agora estão mais simples. Eram doloridos na época. Agora doem menos e talvez não mais. As dores são outras e as delícias também.
Isso me traz uma boa mensagem: o tempo é o senhor da nossa mente. Regula tudo mesmo.
Daqui uns anos voltarei e revisitarei.
A postagem talvez seja parecida com essa.
Dores indo e vindo e as delícias também.

Dezembro

"Meu coração parece que perde um pedaço, mas não me leve a sério"

Chico Buarque

domingo, 31 de outubro de 2010

Bio

Eu sou tantas.
Uma pisciana fora d'água.
Ás vezes uma vitória-régia.
Uma pessoa que quer urgentemente ir embora!
Alguém que sente muuuitas saudades.
E que também tem uma sorte danada.
Alguém pela metade, que perdeu o ar que respirava, amputaram meus pés.
Tenho sede de ar puro e do mar.
Tenho um irmão lindo.
Tenho saudades das minhas grandes amigas.
Sou muitas aqui dentro e mais do que muitos acham que sabem.
Tenho o melhor marido do mundo.
Canso de pessoas vazias e não quero me tornar uma delas.
Não escrevo mais, nem sonho acordada, nem ligo mais pro vento.
Continuo meio dramática.
Sinto mais saudades.
E preciso ter mais fé e força!!

domingo, 25 de julho de 2010

Um pensamento meu

Pra mim você é o que você fez,
faz
e pensa em fazer.
Não o que você diz.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Make my way back home...

"Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces.
Recomeça."

(Cora Coralina)

;)

com música inspiradora do Foo Fighters:

"Make my way back home...
when learn to fly."


video
* * Momento de Reflexão * *