domingo, 30 de março de 2008

Algumas faces...

( Com a licença de tio Carlos )


Quando nasci,
um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Juliana! ser gauche na vida.

êta, vida... hein ?

quinta-feira, 20 de março de 2008

Me faz tão bem

Essa música é muito linda, a letra simples e singela dissolve-se aos ouvidos.
Não sei se é porque lembra uma fase boa da minha vida... o pessoal lá na porta de casa, no passeio, na varanda, "armados" com violão e muitas vozes cantando nossa juventude... bons tempos! (rs, até parece que tenho 80 anos ツ )
Inclusive no youtube tem a versão dela por uma banda de jovens garotos chamada "Stigma", que é bem interessante.
O vídeo da música segue logo aqui abaixo:



" Quando eu me perco é quando eu te encontro
Quando eu me solto seus olhos me vêem
Quando eu me iludo é quando eu te esqueço
Quando eu te tenho eu me sinto tão bem
Você me fez sentir de novo o que eu
Já não me importava mais
Você me faz tão bem
Você me faz, você me faz tão bem
Quando eu te invado de silêncio
Você conforta a minha dor com atenção
E quando eu durmo no seu colo
Você me faz sentir de novo
O que eu já não sentia mais
Você me faz tão bem
Você me faz, você me faz tão bem... "


(Você Me Faz Tão Bem - Detonautas)


video

terça-feira, 18 de março de 2008

Coisas que a gente aprende

Aprende- se muita coisa no curso corrente e controverso de nossas vidas.
Coisas boas, ruins, práticas e até óbvias ...
Muito se aprende, é a vida e é mesmo pra ser vivida.
Quando penso sobre isso, lembro muito do que minha sábia mãe falava quando eu era criança e teimooosa...
- Juliana, não anda descalça ! - Come feijão, menina! - Juli, você está bebendo água ?
Mainha é realmente incrível ... ツ
Outras coisas além de ouvindo, você entende vendo, lendo, fazendo e sofrendo o que os outros fazem.
Aprende-se por exemplo que as pessoas que estão com você, do seu lado agora, podem em outros momentos próximos estar à quilômetros de distância e isso te influenciar muito intimamente. Você pode ficar sozinho...
Convivendo você aprende o valor da comunicação, embora ás vezes, não consiga pôr isso em prática... E isso pode machucar alguém, que pode ser você mesmo.
Além das diversas lições que você compreende se relacionando com pessoas diferentes de ti.
E não é sobre relacionamento romântico que escrevo, mas sim, relacionamento interpessoal (com outras pessoas mesmo), que realmente conhece ou não...
Nossa estória é essa...
Esse é o fundamento do sentido da vida.
E mesmo que o faça inconscientemente,
estamos - todos - sempre aprendendo.

Catarse (ou privacidade)

Um lugar pequeno pode roubar preciosos desejos.
Pessoas podem te comprometer com sua presença mesmo com sua imparcialidade.
Espaço, todos precisamos, mas poucos cedem.
Espaço para pensar, pra ouvir o silêncio, pra sentir a música, pra falar, pra sentar, pra passar e para agir naturalmente.
Existem pessoas que lhe furtam isso.
Coisa importante pra mim é espaço, e de preferência,
me conceda o meu espaço.

segunda-feira, 3 de março de 2008

Reticências

A música
O barulho do mar...
A lua alva, altiva
e cintilante
A imaginação que ultrapassa os limites
do céu.
O sonhar que vai além do horizonte
Os pés firmes no chão
O juízo permanente e tantas vezes
Inconsciente.
O pensamento em mim,
na estrelas, a cabeça muito longe do corpo e
próxima da felicidade.
Planos para o presente,
futuro,
caiu no esquecimento junto com o passado...
Deitada no chão, compondo reticências
Talvez esperando um amor...
Conversas paralelas
convergem em sorrisos,
solidão desacompanhada
parte em busca da luz...
O vento que refresca
o corpo e a alma,
E as bocas que se procuram e
se encontram
Perdidas num banho de chuva...


*Foi escrito a lápis na minha adolescência